domingo, 16 de fevereiro de 2014

Readaptando...

Ano começando, crianças voltando para a escola e posts sobre adaptação (e readaptação) bombando na internet. Li vários, mas não tinha pensado em fazer o meu. Até uns dias atrás...

Na creche da Marina, os berçários têm um intervalo de mais ou menos um mês (parou em 27 de dezembro e voltou em 21 de janeiro). E o resto da escola, a partir do maternal (2 anos) para de verdade, entra de férias! Então, em plena quarta-feira, dia 05 de fevereiro, foi a volta às aulas. Encontrei uma mãe de uma menina que passou para o maternal. Ela estava apreensiva. A menina chorava.

Nesse dia, cheguei com a Marina e já tinha alguns coleguinhas na sala, brincando de massinha de mesa. Ela se jogou do meu colo e saiu correndo para sentar com eles. Só voltou para me dar tchau pegar a mochila e eu roubei um beijo. Mas não foi assim desde o início.

Durante as duas primeiras semanas, ela chorou bastante. Parecia não gostar da sala nova. Queria ir para a sala antiga. Eu entrei com ela, apresentei a sala, os murais, os bichinhos, os brinquedos, alguns novos e outros já conhecidos. Mostrei a professora, que continuava sendo a mesma, além dos amiguinhos! Mas ainda não rolou. Ela não queria ficar na sala e ponto final. Uma das auxiliares levou a Marina para o pátio, do lado da sala. Ela ainda levou um ou dois minutos, mas finalmente se acalmou e se distraiu com os brinquedos. E foi assim a semana toda. Bem difícil... Segundo relatos da diretora e demais profissionais da escola, o resto do dia transcorria normalmente, com a Marina brincando e se divertindo.

Na segunda semana, já começou a oscilar mais. Talvez um dia tranquilo para quatro complicadinhos. Mas já não era o choro nervoso do início. Nesses casos, é importante manter a calma, não ter pressa e respeitar o tempo da criança, e o choro, claro! Não precisa mandar parar de chorar, nem comparar com as outras crianças que não estão chorando. Cada um vai no seu ritmo. Sei que a Marina gosta da escola e que está apenas se readaptando, depois de 1 mês colada comigo dia e noite.

Agora, quase um mês depois do início das aulas, estamos quase 100% normal. Eu diria que temos 4 dias bons para 1 mais ou menos. Em relação ao ano passado, só noto uma diferença. Antes, ela chegava bem mais animada, realmente queria pular do meu colo e cair no mundo daquela salinha. Agora, ela vai numa boa, mas não numa ótima. Não chora, mas parece que acabou um pouco daquela curiosidade do ano passado.

E tem outra coisa: ano passado, tinha dias em que era bem difícil ir buscar a Marina. Ela chorava, queria ficar na escola, se grudava em uma das auxiliares. Isso aconteceu comigo umas cinco vezes. Em todas as outras, ela levava pelo menos uns cinco minutos para sair da sala. Se despedia de todos os amigos e, quando terminava, começava de novo. Aí ia brincar com uma boneca, sentava na cadeirinha, e eu lá, chamando por ela do outro da gradinha. Agora, ela vem para mim com a maior alegria. Eu me abaixo, abro os braços e ela vem quase correndo, arrastando a mochila pelo corredor. Coisa mais linda da vida!

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário